Pular para o conteúdo principal

Nest Rental - Plataformas Elevatórias atende a empreendedores e distribuidores

Trata-se de um novo conceito comercial para atender nichos de mercado, usando equipamentos Low Level implantado pelo empresário Paulo Esteves e a norte-americana JLG – a Nest Rental trouxe dois modelos para a região: o EcoLift 70 e o LiftPod FT 140.
São Paulo é o ponto de partida do Projeto Nest, que oferece oportunidade de expansão através de crescimento orgânico ou franquias. O novo modelo de negócio está instalado em estruturas metálicas modulares (contêineres). No primeiro andar está instalada a área de manutenção e guarda dos equipamentos, no segundo, o escritório.

“O Brasil é um País industrializado e vemos oportunidades para esse modelo de negócio”, explica Paulo Esteves, fundador e diretor da Nest. “Os investimentos em infraestrutura, na indústria e habitação deverão ser retomados e as empresas do setor precisam ser mais eficientes, fazer mais com menos.” Embora esta recuperação seja gradual, o projeto Nest busca oportunidades onde a demanda por trabalhos em altura inferiores a seis metros poderia ser atendida pelos equipamentos.

Para trabalhos leves de manutenção e instalações, os equipamentos Low Level da JLG oferecem uma alternativa mais segura, econômica e eficiente ao uso de escadas. O mecanismo inovador de elevação e descida é fácil de usar e oferece aos operadores confiança para trabalhar com segurança em alturas até seis metros tais como: troca de lâmpadas, instalação de forros, ar condicionado, pintura, limpeza e instalações diversas.

As EcoLifts não usam energia e não têm óleo, baterias ou sistema hidráulico, o que as torna uma solução ecológica e sem interrupções para ambientes sensíveis. Alguns dos principais recursos da EcoLift 70 são:

Sistema de elevação e descida manual.
Empurre e posicione o equipamento no local desejado e comece a trabalhar.
Sem baterias ou óleo hidráulico, ideal para operação limpa e silenciosa.
A base robusta e as rodas com travamento automático permitem que você trabalhe de forma segura com as das mãos livres.

O LiftPod são equipados com baterias de íon-Lítio e muitos outros recursos:
Proporciona aos usuários uma plataforma segura e a possibilidade de trabalhar 360 graus com as duas mãos livres.
Disponível em dois modelos, essas unidades portáteis atingem altura de trabalho de até 6 m (20 pés).

Podem ser montados e desmontados em alguns minutos, são fáceis de manobrar e são equipados com bandeja para ferramentas.
São uma opção mais segura para trabalhos de manutenção de fábricas e diversas instalações e o novo mastro telescópico é compacto e pode ser facilmente armazenado. Além disso, o equipamento é alimentado por novo sistema de baterias de íon-lítio de 40v e o sistema elétrico alimentado por novo sistema de baterias de íon-litio de 40v. Outro destaque é que o operador tem liberdade de movimento (360 graus) na plataforma.


Concebida pelo empresário Paulo Esteves, experiente executivo do setor, que enxergou oportunidades de negócios para equipamentos de acesso para baixas alturas, empresa é pioneira na América Latina para a expansão da JLG neste segmento.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Estatísticas de acidentes com quedas dos trabalhadores Brasileiros

Estatísticas | Acidentes com Quedas "Acidentes com quedas levaram 161 trabalhadores à morte em 2017" "No ano passado, das 349.579 comunicações de acidentes de trabalho (CATs) feitas pelas empresas ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), 37.057 se referiam a quedas – 10,6% dos registros. As ocorrências chamam a atenção pela gravidade. Entre os acidentes fatais de trabalho no último ano, as quedas representaram 14,49% do total. Das 1.111 mortes em ambiente de trabalho registradas no ano passado, 161 foram causadas por quedas. Os dados revelam que os locais onde mais acontecem acidentes por queda são a construção civil, o transporte de carga, o comércio e hospitais. Esses acidentes geralmente têm relação com escadas, andaimes e estruturas e veículos motorizados. No ano passado, 56 trabalhadores morreram após caírem de andaimes e plataformas e 34 de veículos, como caçambas de caminhões. Somados os números de acidente

Acidente com queda dos trabalhadores no andaime móvel.

ACIDENTE COM QUEDAS | ANDAIME MÓVEL ​ O INSS recebeu em 2017, 349 mil comunicações de acidentes de trabalho sendo 37.057 relativas à algum tipo de queda. "As quedas com diferença de nível chamam a atenção por serem mais graves. Ao contabilizar as mortes ocorridas em um ambiente de trabalho, elas representam um percentual de 14,5% do total de acidentes fatais. Em 2017, 161 das 1.111 mortes no trabalho foram causadas por esse tipo de ocorrência." Fonte :  http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2018-04/acidentes-com-quedas-levaram-161-trabalhadores-morte-em-2017 Confira o que diz a Norma Regulamentadora | NR 18   Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção  Andaimes Móveis 18.15.26. Os rodízios dos andaimes devem ser providos de travas, de modo a evitar deslocamentos acidentais. (118.362-1 / I3) 18.15.27. Os andaimes móveis somente poderão ser utilizados em superfícies planas. (118.363-0 / I2) 18.15.27  Os andaimes tubulares móveis

Plataforma Elevatória 360 Graus

Plataforma Elevatória 360 Graus A Nest Rental oferece para o mercado brasileiro, uma plataforma segura com a possibilidade de uso das duas mãos em 360 graus.

Telhanorte Morumbi

Av. Roque Petroni Júnior, 1226 - Jardim das Acácias, São Paulo - SP, 04707-000
Tel / WhatsApp : 11 98844-6299